Aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina?

Uma dúvida recorrente entre os usuários do nosso Blog é se o aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina.

Vamos começar falando um pouco de cada uma das alternativas. Se você tiver curiosidade para conhecer mais sobre cada assunto, basta clicar nos links para os posts específicos.

A disjunção palatina ou expansão rápida de maxila (ERM) é um recurso da ortodontia para aumentar a largura da arcada superior. Com isso obtemos mais espaço para acomodar dentes apinhados, descruzar mordidas, etc.

A ERM é feita através de aparelhos expansores que se acomodam ao palato e são fixados aos dentes superiores. No link acima você encontrará um artigo completo sobre o assunto.

Os aparelhos auto-ligados se caracterizam pelo uso de brackets que prendem o arco sem a necessidade de ligaduras elásticas.

Estes brackets combinados com “arcos inteligentes” (feitos com ligas metálicas especiais) criam um sistema de forças com menos atrito.

Alguns fabricantes de sistemas auto-ligados costumam divulgar que estes aparelhos são capazes de produzir expansões na maxila comparáveis às que alcançamos com disjuntores palatinos.

…Continue lendo…

Disjunção palatina – Fechamento do diastema com resina restauradora

fechamento de diastema após disjunção palatina

O diastema central que é criado durante a disjunção palatina (ou expansão rápida de maxila) é um problema estético para a maioria das pessoas que passa por este procedimento.

E como na disjunção ocorre a ruptura da sutura palatina, não é recomendável que o ortodontista tente fechar este diastema rapidamente pois os dentes precisariam ser puxados para o centro, exatamente sobre a sutura rompida, onde não há osso.

Esta movimentação poderia criar problemas para as raízes destes dentes além de retrações e defeitos no desenho das gengivas.

É necessário aguardar alguns meses para que o osso se forme naquela região e o espaço então pode ser fechado sem dificuldade.

Mas como resolver o problema estético do diastema central (relacionado à disjunção palatina) enquanto os dentes não podem ser movimentados para fechá-lo?

…Continue lendo…

Expansão Rápida de Maxila – Infográfico

Expansão rápida de maxila ou disjunção palatina é um recurso muito utilizado em ortodontia para aumentar a largura da maxila que é o osso que serve como base para a arcada superior.

Para realizar a expansão rápida de maxila o ortodontista usa o disjuntor palatino, um aparelho que é fixado aos dentes e fica junto ao palato.

O aparelho é dividido no centro e estas duas metades se separam na medida em que o parafuso central é ativado.

Como resultado há a aplicação de força de forma rápida na estrutura da maxila que leva à ruptura da sutura palatina (a linha de união entre as duas metades do osso maxilar que podemos até sentir com a língua).

Com a ruptura da sutura as duas metades se separam e a arcada se expande. O sinal de que a expansão rápida de maxila funcionou é o aparecimento da separação entre os incisivos centrais superiores, o diastema central.

Depois de consolidar a disjunção o aparelho fixo pode ser colado.

Neste infográfico vamos mostrar através de textos e imagens como funciona o disjuntor palatino desde a montagem até o término da expansão rápida de maxila. Nestas imagens usamos o disjuntor Hirax, mas os princípios são os mesmos adotados em outros aparelhos como o Haas e o Mc Namara.

Você vai entender todos os passos do processo, desde como são confeccionadas as bandas ortodônticas até a cimentação do disjuntor.

Também vai ver como se forma o diastema central, aquele espaço que surge entre os incisivos superiores quando a expansão rápida de maxila funciona mesmo.

Veja neste outro post como resolver o problema estético causado pela abertura do diastema durante a disjunção.

Disjunção palatina - expansão rápida de maxila - infográfico

Disjunção palatina – expansão rápida de maxila – infográfico

Você encontra mais artigos relacionados à expansão rápida de maxila aqui no Blog do ortodontista.net, assim como depoimentos de quam já passou por este procedimento nos inúmeros comentários de cada post.

Por isso, vale a pena dar uma olhada com calma em todos os posts sobre este assunto.

Abraços,

 

Dr. Andre Moreira