Aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina?

Uma dúvida recorrente entre os usuários do nosso Blog é se o aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina.

A disjunção palatina ou expansão rápida de maxila é um recurso da ortodontia para aumentar a largura da arcada superior e com isso obter mais espaço para acomodar dentes apinhados, descruzar mordidas, etc.

Isso é feito através de aparelhos expansores que se acomodam ao palato e são fixados aos dentes superiores. No link acima você encontrará um artigo completo sobre o assunto.

Os aparelhos auto-ligados se caracterizam pelo uso de brackets que prendem o arco sem a necessidade de ligaduras elásticas (as famosas borrachinhas). Estes brackets combinados com “arcos inteligentes” (feitos com ligas metálicas especiais) criam um sistema de forças com menos atrito.

Alguns fabricantes de sistemas auto-ligados costumam divulgar que estes aparelhos são capazes de produzir expansões na maxila comparáveis às que alcançamos com disjuntores palatinos.

Obviamente esta é uma informação que desperta o interesse dos potenciais pacientes de ortodontia visto que o aparelho auto-ligado é muito mais simples e confortável que o disjuntor palatino. Veja como higienizar o disjuntor palatino.

Sem contar o fato de que o uso de um disjuntor não elimina a necessidade do aparelho fixo, pelo contrário, sempre que se faz uma ERM (expansão rápida de maxila) há a necessidade de prosseguir para a colagem dos brackets.

Então, se o aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina, essa seria uma alternativa muito mais interessante e não haveria porque continuar usando disjuntores.

Mas podemos afirmar que o aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina?

Para responder a esta pergunta tomei como base a monografia da Dra.Ana Carolina Prata Ramos publicada em 2013 e que traz informações interessantes sobre este assunto. Segue o link para o artigo científico sobre aparelhos auto-ligados para quem quiser se aprofundar no assunto.

Primeiramente é importante lembrar que a disjunção palatina é um procedimento usado há muito tempo em ortodontia com diversos trabalhos científicos publicados ao longo de décadas mostrando a sua eficácia no aumento da largura da arcada superior pela ruptura da sutura palatina. É uma técnica segura desde que seja corretamente indicada e aplicada.

Como o artigo citado acima mostra, alguns fabricantes de material ortodôntico exageram nas propriedades dos aparelhos divulgando que estes são uma alternativa ao uso de disjuntores palatinos devido à expansão produzida pelos arcos ortodônticos.

Mas uma revisão da literatura especializada sobre o assunto mostra que os aparelhos auto-ligados não têm condições de exercer a força produzida por um aparelho disjuntor que separa as duas metades na maxila.

Na verdade nenhum aparelho fixo composto por brackets e arcos ortodõnticos, auto-ligado ou convencional é capaz de aplicar tal força.

No máximo o que pode ser obtido é uma expansão da arcada, mas nunca a ruptura da sutura palatina que é o que caracteriza a disjunção palatina.

Portanto, se o paciente é portador de uma atresia maxilar, ou seja, um estreitamento importante da arcada superior, só a disjunção será capaz de resolver este problema de forma completa.

Aparelhos auto-ligados são ótimos em vários aspectos e eu os uso em boa parte dos meus pacientes, mas não fazem milagres como substituir disjuntores, evitar extrações (quando o caso é realmente para extrações) ou reduzir pela metade o tempo de tratamento.

Resultados estéticos e funcionais alcançados dentro do prazo combinado e com estabilidade dependem muito mais da experiencia e capacidade técnica do ortodontista do que do tipo ou marca do aparelho.

Repetindo: Um ortodontista tecnicamente capacitado e comprometido com prazos e resultados é o que vai fazer diferença para o tratamento, e não o uso do aparelho”A” ou “B”.

Por isso é preciso avaliar com cuidado propostas de tratamento baseadas na afirmação de que o aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina.

Se fosse tão simples assim evitar uma disjunção palatina, este procedimento nem mesmo seria utilizado hoje em dia.

Espero que este post tenha sido útil para vocês.

Um abraço!

Dr. Andre Moreira

41 Comentários para: “Aparelho auto-ligado produz o mesmo efeito da disjunção palatina?

  1. Dr. pode me tirar uma duvida? Eu uso um Haas, a bastante tempo por sinal, dps de meses ativando, hoje quando tentei ativar meu aparelho percebi que a bolinha estava bem frouxa e que não estava mais forçando os dentes, poderia ter quebrado ou existe um ”limite” até onde aparelho expande? gostaria que me respondesse pois só vejo minha dentista dia 27 e eu estou em são paulo, a clinica dela é em sorocaba então só vou pra la dia 27 mesmo, aguardando resposta, obg desde já!

  2. de André boa noite, gostaria de um esclarecimento sobre melhor medida para o tratamento do meu filho de 14 anos, o ortodontista que levei recomendou aparelho auto ligado , e como o canino da parte inferior nasceu fora da arcada , indicaria depois de 2 meses usando o aparelho na parte superior, extração dos 2 sisos debaixo, que ainda não estão fora da gengiva, seria correto ou somente com o uso dos aparelhos não daria resultados ?

  3. Bom dia Dr.!
    Eu sou de Portugal \o/ e uso um aparelho Damon System. Mas não estou contente com o resultado e estou quase a acabar o meu tratamento. O meu dentista diz que não pode fazer mais nada porque é dos meus dentes assim, mas eu não sou da mesma opinião porque acho-os com espaço e inclinados. Gostava de lhe poder mostrar fotos dos meus dentes. Como faço? Posso lhe mandar um email?
    Obrigada 🙂

  4. Dr . o anel do meu aparelho está solto , eu não retirei – o do dente , quando eu for na visita ao meu dentista eu usar separador novamente ?

  5. ola doutor, preciso colocar aparelho e estou com um pre molar precisando de pino e coroa. Gostaria de saber se nesse caso eu deveria arranca-lo ou preserva-lo. tenho maloclusao de clase II divisão II. Obrigada!

    • Alessandra,

      Depende do planejamento do seu caso. Se for para extrações, o dente deve ser extraído junto com o do outro lado.

      O fato do dente estar com este problema não vai influenciar o plano de tratamento ortodôntico. SE a decisão for por uma abordagem sem extrações, o dente deve ser recuperado.

  6. Tenho uma massa na verdade um curativo no dente d o fundo de baixo provisório até o tratamento de canal mas vou fazer o tratamento pelo sus e o aparelho particular posso colocar o aparelho pra fechar os dentes da frente de cima mesmo com a massinha

  7. Dr , tenho problema de classe 3 e comecei o tratamento compensatório com aparelho auto ligado, sendo que também tenho o canino esquerdo cruzado(apenas ele) sendo que quando eu vou sorrir sinto que meu sorriso da arcada de cima inteira é torto e um olho fica menor que o outro , usarei elástico para descruzar o canino , você acha que descruzando o canino e alinhando os dentes pode dar uma amenizada nessa assimetria ? Sei que você não pode dar uma resposta concreta e definitiva sem avaliar pessoalmente meu caso , mas ficaria muito grato se você falasse a sua opinião pessoal..

    • Gabriel,

      Estas assimetrias se desenvolvem por anos relacionadas às funções mastigatórias e respiratórias entre outros fatores.

      A correção da mordida cruzada não vai alterar o crescimento ósseo assimétrico da face de um adulto.

      É possível que você sinta alguma melhora na face com a correção. Afinal a assimetria será reduzida pelo menos um pouco. Mas não crie muitas expectativas em relação à isso.

  8. Dr.André , comecei a fazer o tratamento compensatório para classe 3 faz um mês , mas estou mudando de idéia e quero fazer a cirurgia ortognatica , queria saber se terei que pagar por outro aparelho para fazer a descompensação ou se é usado o mesmo aparelho que estou usando para compensar ? Obs:estou usando um aparelho auto ligado , aquele que não tem a borracha colorida

  9. boa noite,gostaria de saber de especialista procurar no caso de DTM, e minha boca não está abrindo mto parece que travou e quando tento abrir e vou mastigar dói, o que eu faço?

  10. Ola Dr. André!!!
    Primeiro gostaria de te parabenizar pelo seu trabalho!!!
    Meu problema era ma oclusão 2, além da mandíbula retraída…
    Realizei o tratamento ortodôntico com a retirada dos pré molares superiores por 1 ano e nove meses.. Ha menos de um mês retirei o aparelho fixo, estou usando o aparelho móvel, mas mesmo assim esta começando a abrir espaços… O que você recomenda nesse caso??
    Desde já agradeço!!!

    • Obrigado Ariane!

      Há uma instabilidade no fechamento dos espaços. Talvez seja o caso de usar um segmento de arco colado na região onde o espaço está se abrindo, ou seja, uma contenção fixa parcial. Mas ainda assim é importante usar uma removível associada.

  11. Olá! Comecei um tratamento ortodôntico há 6 meses. Tenho apinhamento severo superior. O meu incisivo esquerdo está escondido entre o canino e o dente da frente. Minha ortodontista só pediu as radiografias e não fez molde, nem nada. Ela me pediu pra extrair o pré-molar do lado oposto – direito – e eu fiz. Sei que assim é estabelecer um “diagnóstico”, mas de acordo como que venho lendo, estou com muitas dúvidas. Gostaria que vocês opinassem se realmente tenho motivos para estar preocupado e e o quesugerem, caso sim, ou se é uma pratica normal. como devo difícil

  12. Olá! Comecei um tratamento ortodôntico há 6 meses, pois tenho apinhamento severo na arcada superior, o canino está junto ao dente da frente, ocupando o lugar do incisivo, que está “escondido” atrás deles. Minha ortodontista só pediu as radiografais panorâmicas e etc, nunca me fez o molde. Ela pediu pra extrair o primeiro pré-molar do lado oposto, só um – o direito – e eu o fiz. Olhei alguns sites e comecei a me preocupar. Gostaria de saber se essa prática é normal, mesmo sem os moldes e afins, caso não, o que devo fazer? O que me aconselhariam? Sei que é difícil resolver algo assim, mas não sei a quem recorrer e conto com a ajuda de vocês para me dar uma direção. Desde já, muito obrigado.

    • Marcos,

      Como eu disse, não é comum extrair sem estudar os modelos. Mas isso não significa que há algum problema no seu tratamento.

      FFale com a sua ortodontista e mostre a sua insegurança em relação ao tratamento. Ela deve te explicar tudo e você vai ficar mais tranquilo.

  13. Antes de mais nada, gostaria de agradecer pelo seu blog e dizer que fiquei muito admirado, pois e a primeira vez que vejo um profissional respondendo a duvidas via site aberto.

    Não quero por aqui realizar uma consulta pois sei que não é o local adequado. Mas moro em Ubá – interior de MG, e em minha cidade não encontrei nenhum profissional habilitado em aparelhos auto-ligantes, na verdade os que procurei não me recomendaram o uso do mesmo, pois alegaram que não existe eficacia em questão de agilidade de tratamento e o custo beneficio seria inviável. Poderia me dar sua opinião ? o Senhor possui alguma clinica próximo desta cidade que informei ?

    • Obrigado Weverton!,

      Aparelhos auto-ligados são um avanço tecnológico, mas não substituem um diagnóstico, planejamento e execução de qualidade.

      As vantagens propagadas não são unanimidade entre os ortodontistas.

      E os aparelhos convencionais podem resolver todos os casos tratáveis.

      Em relação aos prazos mais curtos, se o ortodontista garantir, tudo bem, dá para considerar um benefício. Mas precisa ser uma garantia concreta e não apenas uma intenção de terminar dentro do tempo estimado.

  14. dr usei aparelho fixo por quase 2 anos a minha dentista resolveu tirar logo percebi q um dos dentes de cima estava MT pra fora e mesmo assim colocou o aparelho de contenção..Será que esse dente vai alinhar?

  15. Coloquei aparelho auto ligável a um mes e quinze dias e neste tempo ja soltou o bloco; o fio saiu várias vezes. vou no dentista arrumo e em uma semana solta. Ele disse que é normal do aparelho auto ligado.. estou indo no dentista quase toda semana. Isso é normal mesmo no aparelho auto ligado?

    • Cristiabel,

      Não. Não é normal nenhum aparelho dar problema com essa frequência. Pode ser só o fato de você estar ainda com um arco muito fino (que sai do tubo mais facilmente), mas não é uma característica do aparelho.

    • Luisa,

      Depende muito do caso. Existem diversos aparelhos diferentes, com aplicações diversas que são presos ao palato. Mas, se você não pode usar um aparelho nessa posição, converse com o seu ortodontista sobre as alternativas para o seu caso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*